Pessoal: 1º trimestre de 2020

Estou a aproveitar isto do isolamento ao máximo, como poderão ver esta é a terceira semana com publicação aqui neste canto.

A vida ao longo dos últimos anos tem sido boa para mim. Nem sempre reconheço isso à primeira, às vezes porque estou cansada, hormonal, frustrada (há dias que é uma destas opções, ou então todas ao mesmo tempo). Este primeiro trimestre do ano foi bom (muito bom), mas poderia ter corrido um pouco melhor, não fosse o Corona – isto impactou com o meu trabalho e umas obras que iria ter cá em casa que ainda estão por realizar (e agora não sei quando serão feitas) e tenho umas divisões num mini estado de caos à espera que esta fase passe, contudo, nada de importante e não vai ser isto que vai influenciar a avaliação global destes meses.

Sem estar a ir ao pormenor, por motivos de privacidade:
. fiz uma viagem que queria fazer aos anos e nesses 4 dias tive experiências que vou guardar comigo durante a vida toda;
. eu e o marido tivemos uma grande mudança de vida (nada de filhos, isso será lá mais para a frente);
. demos uma renovada cá em casa, que supostamente iriam culminar com as obras que mencionei anteriormente;
. isto do isolamento fez com que pudesse organizar um pouco as ideias, e cumprir com alguns objectivos que estavam em stand by há anos. O sentimento de leveza que uma pessoa tem depois disso é muito gratificante.

Acho que nesta fase ninguém sabe como vai ser a vida nos próximos meses, por isso vou aguardar para ver como as coisas irão correr, mas se conseguir despachar as obras que estão paradas (eu sei que estou sempre a falar nisto, mas são mesmo grandes – daquelas de mudar parte eléctrica, canos, etc. e estão mesmo a ser necessárias, até porque com isso a disposição dos móveis vai mudar, e quero estar finalmente “assente” em casa e nesta fase ainda não consigo), e se conseguir passar esta pandemia sem ficar doente, já vou considerar que correu tudo bem!

Desse lado, quais são os vossos objectivos para os próximos 3 meses?

Já limpei …

. Documentos antigos (não queiram imaginar a quantidade que mandei para a reciclagem nesse dia, a sério);
. A gaveta dos medicamentos;
. Fotografias desfocadas, de listas, etc que tinha no Google fotos;
. O telemóvel (aplicações que não uso e as SMS);
. A coleção de acessórios (tinha óculos de sol partidos há dois anos e só agora é que tive coragem de os mandar para o lixo);
. O marido já vendeu coisas que já não usa, no OLX – os CTT agora têm um serviço, pelo qual poderão enviar parcelas sem terem de sair de casa)
. As duas caixas de correio que tenho;
. O meu Google Drive;
. O Facebook (grupos e amizades);
. As subscrições que estavam a cair no mail que nem sequer leio;
. Produtos de cabelo que expiraram.

Se isto do isolamento ainda estiver para durar, vou ficar vou limpar o quê depois?



Ficar em casa

Nossa! As coisas que eu tenho aprendido nestas últimas semanas! Estou em casa desde o dia 17 de Março, saindo só para os essenciais, que no meu caso tem sido só para ir ao supermercado e reciclagem.

Sempre quis a oportunidade de estar uma temporada em casa. Quando imaginava como iria ser a minha vida, o aspecto que pensei que ia aproveitar ao máximo era a oportunidade para ser MEGA produtiva. Como toda a gente, tenho uma lista de coisas que quero fazer “um dia”. Pois esse dia chegou, e ao fim de três semanas posso dizer que isto tem sido uma vergonha! Da minha lista que coisas que quero fazer acho que, até ao momento, ainda só fiz umas três (limpar as SMS do telemóvel, limpar o mail, terminar umas amostras e terminar de acabar de ler a bíblia – acabo só amanhã, mas já estou a celebrar).

Hoje (estou a escrever isto a 03.04.2020) fartei-me deste marasmo, até porque sei que me vou arrepender muito no futuro de não ter aproveitado mais estes dias, decidi dar uma revolucionada nisto: como eu funciono melhor a fazer listas à mão, escrevi tudo o que quero fazer, e arranjar uma aplicação do tipo Pomodoro (a Pomodoro define intervalos de 25 minutos, eu prefiro uma que eu possa definir o tempo, pois quero ciclos de 45 minutos), e agora vamos lá embora, porque acho que estou mais motivada para rentabilizar esta oportunidade que estamos a ter (uma das coisas que queria fazer era atualizar mais este cantinho, que com a prioridades do dia a dia, acaba por ir ficando para trás).

Quando terminar este período quero vir aqui e partilhar tudo o que consegui fazer neste período tão único pelo qual estamos todos a passar.