Casa – 1º aniversário

Vai fazer em Dezembro um ano que nos mudamos para esta casa, e apesar da casa não estar toda mobilada esta data fez-nos pensar no que gostamos de ter investido, no que nos arrependemos, coisas que agora faríamos de forma diferente, dificuldades sentidas, etc.

Euros
Investimentos
. A casa em si: de longe foi o primeiro grande investimento, mas estamos contentes com a escolha que fizemos. Os vizinho gostam de ter o prédio em dia, fazem-se as obras que são precisas sem qualquer confusão, há pequenos trabalhos que são feitos de forma pró-activa, está sempre tudo arranjado.Também não temos nenhum vizinho louco ou que faça barulho.

. As obras da cozinha. Gastamos uma nota, pois foi remodelação total, deu chatice, mas agora que está tudo direitinho sentimos que valeu muito a pena. Apesar das dificuldades sentidas voltaríamos a fazer igual (escolha dos materiais e fornecedores).

Poupanças
. Mobília IKEA: nesta fase, como ainda andamos a ver que tipo de mobília gostamos (ver questão do sofá mais abaixo), não estamos a investir muito em mobília. Estamos a contar daqui a uns anos trocar estas peças por outras mais ao nosso gosto e com melhor qualidade.

Arrependimentos
. Cadeiras da sala de jantar: é o que dá comprar à pressa. Compramos as cadeiras porque tínhamos a mesa e para a usar precisávamos das ditas. Como não estávamos a encontrar algo que gostássemos, escolhemos umas que o marido quis. Agora que estão na sala, o conjunto não bate com nada, mas gostamos muito da mesa, por isso vamos comprar uma cadeiras novas. As que temos agora foram baratas (compramos com um desconto que nos tinham dado com a mesa), e vamos mante-las nos arrumos para quando precisarmos delas para um jantar com mais pessoas.

. Sofá: sempre dissemos que queríamos um sofá com chaise longue, mas agora que temos, o marido não gosta assim tanto. Eu não estou arrependida mas ele está, pelo que penso que o próximo a ser comprado já não vai ter esta configuração.

Dificuldades sentidas
.Fazer obras em tempos de covid – A remodelação da cozinha era para ter sido iniciada em Março e só a meio de Maio é que conseguimos começar com a parte da obra (terminou no final de Junho). A parte da montagem da cozinha foi também adiada para fim de Junho, pois quando foi decretada a quarentena houve pessoas que ficaram com a montagem da cozinha a meio, e obviamente, esses clientes estavam à minha frente.

. Já mencionei aqui antes, mas se puderem fujam de fazer obras com família. As pessoas por vezes baixam o nível de profissionalismo porque é família e está tudo à vontade, e depois nem sempre é fácil por ordem na confusão. Pensem bem antes de dar esse passo, pois por mais que tenham razão o(s) familiar(es) pode(m) amuar, e é chato ter almoços de família com alguém que está chateado sem ter razão para isso.

. Escolher candeeiros – Posso dizer que tenho candeeiros nas casas de banho, na cozinha e no escritório, ou seja, os fáceis de escolher. O corredor, sala e quartos ainda têm a lâmpada no casquilho e parece-me que vão ficar assim mais algum tempo, pois nós os dois não nos entendemos quanto ao que queremos para estas divisões.

Desse lado, quais foram as dificuldades que sentiram quando se mudaram para o vosso espaço?

O blog em 2021

O mês de Novembro andou todo à volta do blog. Não sei se vocês também são assim, mas a partir de setembro começo aos poucos a pensar no próximo ano, o que se vai intensificando com o passar do tempo. Neste momento já tenho os objectivos para 2021 traçados. Pode ser que ainda adicione mais um ou dois, mas o grosso do próximo ano já está traçado.

Como mencionei antes, os chakras estão alinhados e há que aproveitar estes momentos de inspiração.

Então meu amigos, hoje venho aqui partilhar o seguinte: se tudo correr bem, terei uma publicação por semana. Eventualmente, numa semana ou outra poderei ter mais, mas garantido será um post todas as segundas feiras. 2021 terá 52 segundas feiras e já tenho pensadas 44 ideias. Agora só tenho que ir escrevendo as ditas publicações e pensar em mais 8, o que acredito que irá acontecer ao longo do ano.
Idealmente também queria fazer uma mudança ao aspecto do blog (comprar um template, por mais bonito e organizado), mas provavelmente isso será mais para tarde.

Com o blog também irei manter o Instagram, que irá ser uma mistura do blog, com maquilhagem e eventualmente um momento ou outro de vida pessoal.

Eu sei que isto parece que está ao abandono, mas não está. É mesmo uma questão de ideias. Tenho andado com a cabeça noutro lado e parece que quanto mais uma pessoa força para ter ideias, mais elas resistem em surgir.

Instagram A Regular Jane

Como mencionei na semana passada, nesta nova viagem ao mundo dos blogs, decidi criar uma conta de Instagram para complementar este espaço.

Para além de partilhar algumas publicações daqui do blog, há outros assuntos que só serão partilhados no Instagram, como por exemplo os produtos que vou terminando (são incluídos nos objectivos definidos no início do ano, e assim poderão acompanhar a evolução).
No meu blog antigo tinha muitas publicações sobre maquilhagem, e apesar de ser um dos temas já abordados aqui, não quero fazer disso um tema central deste espaço.

Em situações que não sejam muito descritivas poderei também fazer alguma partilha mais pessoal (sítios que gostei, sugestões, etc.).

Para terminar, queria deixar a nota que, apesar de gostar muito de fotografia, esta não é uma capacidade que eu tenha. Eventualmente hei-de melhorar com o tempo, mas para já … pronto … estou a tentar 🙂

16 cm

Fui cortar o cabelo. Eu pedi para cortar aproximadamente 8 cm (apontei. Disse que queria cortar “por aqui”). Os outros 8cm foram pela “inspiração” da cabeleireira.

Agora é só esperar meio ano para ter o cabelo pelo comprimento que achava que já ia ter ontem.

A tentar um equilíbrio

Como mencionei na minha primeira publicação, antes deste blog tive outro durante 4 anos (2013-2017). Na altura conseguia ter 4 publicações por semana (segundas, quartas, sextas e domingos). Para além de diário, falava imenso sobre maquilhagem – é algo de que gosto muito – e também tinha uns tópicos relativos à minha área de formação, e outras coisas que gosto, como livros, filmes, etc.
Quando comecei esse blog em 2013 era uma miúda, solteira, a viver na casa dos pais. Eu era outra pessoa e os meus interesses eram outros. Em 2017 comecei a sentir que a paixão que tinha neste escape já não era igual. O que agora vejo que era uma fase em que andava mais negativa com a vida, na altura pensava que o blog não era bom, que não prestava, não tive calma e apaguei o blog todo. Tudo! Fiquei apenas com a agenda de publicações que fiz na altura.

Entre 2017 e 2019 tive dois anos muito exigentes a nível de trabalho. Tinha dias de 12 horas de trabalho, algumas semanas a trabalhar sábados também. Eu sentia que o bichinho ainda cá estava, sentia falta destes momentos em que me preparo para vir aqui escrever um pouco, mas estava tão, mas tão cansada, que não conseguia mesmo arranjar tempo para gerir isto (não sei se já repararam, mas eu só do tipo de pessoa que quero tudo bem feito. Se as coisas estão um pouco ao lado do que eu quero, prefiro deitar tudo abaixo e começar de novo. Não sou muito pessoa para andar com remendos). Ainda tentei, mas basta ir ao histórico do blog para verem que em 2019 tive 6 publicações. Isso foi eu a tentar.

Agora em 2020 a vida mudou. Eu sei que em 2020 a vida mudou para todos, mas a minha mudança não se deve só ao Covid. Um conjunto de outras coisas mudaram, e agora sinto-me melhor, mais centrada, e isso reflete-se na cabeça que tenho para fazer as coisas que gosto. O também ter tempo para pensar em ideias, estruturar uma agenda, e fazer uma coisa de qualidade razoável também ajuda. Até criei uma conta de Instagram, vejam lá.

Acho que com isto tudo quero dizer que estou muito feliz por voltar a fazer algo que me dá uma satisfação pessoal muito grande. Já tenho muita coisa pensada para 2021. Quando não andamos a correr em piloto automático, a inspiração surge. E quero fechar com uma nota que serve para mim também: se tiverem um blog, um diário, um projecto no qual investiram 4 anos da vossa vida, não o terminem só porque estão numa fase menos boa. Se puderem, esperem um tempo para tomar uma decisão mais definitiva. As fases passam, e agora olho para trás e fico com um bocadinho de pena. O blog da altura até tinha umas publicações boas, que poderia voltar a partilhar agora aqui. Aprendam com os meus erros. Não apaguem.

Tenho problemas #1

Todos nós temos uma atração que não conseguimos explicar.
Juntem essa atração a um preço baixo e acabam assim: com 4 vernizes da mesma cor.

Nesta saga de tentar reduzir à quantidade de maquilhagem que tenho, estou a tentar reduzir nos vernizes e idealmente gostaria de ficar só com um destes, o que vai ser difícil pois os 4 ainda estão praticamente cheios.

E vocês, qual é o produto mais repetido que têm?