Vários

. Fazer obras com família é complicado;

. É estranho esta coisa de encontrar os amigos e ainda cumprimentar com o cotovelo;

. Não sei se foi por causa da quarentena, mas há duas semanas quando me apercebi que estamos no mês 6 ia morrendo do coração. Ainda estou um pouco traumatizada. Ainda não recuperei e já estamos quase em julho.

. Nunca pensei na casa dos trinta gostar tanto de fazer picnics. É a coisa do momento. Já fiz uns quantos e até ao fim do verão parece-me que não vamos ficar por aqui.

Objectivos 2020 – 1º semestre

Para além de gostar de definir objectivos para mim, também gosto de fazer o acompanhamento dos mesmos ao longo do ano. Como meio ano já passou (como é que é possível!) gosto de registar aqui o meu progresso.

Engravidar
Ainda não começamos este capitulo por questões logísticas e pela evolução que a vida tem levado este ano, penso que este objectivo vai ficar para 2021.

Emagrecer
Eu acho que tenho consigo – pelo menos a família dá esse feedback – contudo não consegui ainda medir isto porque a balança não está a funcionar. Estou a pensar comprar outra, mas até lá estou a tentar comer melhor, ser um pouco mais activa e cortar nas bolachas (são o meu grande ponto fraco).

Ler mais
Tinha definido que este ano queria ler um livro por mês (vi agora que na publicação não mencionei isso). Até agora já li 10, por isso para cumprir o objectivo só me faltam 2!

Terminar 10 artigos de beleza
Já terminei 5, estou a tentar acabar 3 agora, e acredito que depois destes ainda consigo acabar mais 2 (um destes que estou a deixar para o fim está quase a acabar), por isso estou a acreditar que este objectivo também vá correr bem.

Obras
. Remodelação total da cozinha – a decorrer
. Mudar todas as janelas de casa para vidro duplo – por fazer, mas acho que este ano vamos só mudar uma janela e uma porta.
. Colocar um recuperador de calor na lareira – tenho as minhas dúvidas que iremos fazer isto este ano.

Isolamento 2020

Agora que a vida irá, aos poucos, retomar a sua normalidade (a única coisa que quero é andar a pé à vontade sem ter constrangimentos quantos aos sítios a que não posso ir), aproveito para fazer um balanço do que consegui fazer este mês e meio que passou:

Livros lidos: 6, em que um foi a Bíblia (era um objectivo que tinha há algum tempo, mas o volume do livro desmotivava-me)
Filmes vistos: 25 (não estou a contar o Netflix aqui)
Séries vistas: 1

Tinha saudades de jogar computador, e consegui tirar um dia inteiro só para isso. Bastou para matar as saudades, porque ainda não voltei a pegar nos jogos desde então, mas soube bem ter um dia assim, sem sentir que foi desperdício de tempo (não tinha mais nada para fazer, e não sei quando vou voltar a ter outra oportunidade destas).

Comecei um novo hobbie, algo numa área que já queria há alguns anos. Quando estiver um pouco mais robusta no assunto posso partilhar aqui.

Voltei a pegar na minha agenda física para me organizar, e que saudades que tinha disto. Estava só a usar o iPad e o Apple Pencil, mas queria muito ter um sistema que funcionasse para mim e que também integrasse a agenda, e estou super contente. Sinto que estou mais organizada e com a cabeça mais leve, porque tenho tudo escrito.

Dado que ainda irei continuar por casa, estou a aproveitar também para usar/terminar todos os produtos que gosto mas que acabo por já não usar muito: um creme que deixa a pele bem hidratada mas ao fim de umas horas fico mega oleosa (terminei hoje), uns vernizes que gosto mas por causa do trabalho não uso muito no escritório – na semana passada usei um coral, esta semana ando com glitter -, e as amostras, que já terminei quase todas (acho que vou ficar só com duas por enquanto, porque são bases e para já ainda são escuras para o meu tom).

No futuro quando olhar para esta época da minha vida, vou recordar a limpeza/triagem/renovação que estes tempos foram para mim. Só quer continuar focada desta maneira o resto do ano, pois estou muito satisfeita com os progressos que estou a sentir.

Pessoal: 1º trimestre de 2020

Estou a aproveitar isto do isolamento ao máximo, como poderão ver esta é a terceira semana com publicação aqui neste canto.

A vida ao longo dos últimos anos tem sido boa para mim. Nem sempre reconheço isso à primeira, às vezes porque estou cansada, hormonal, frustrada (há dias que é uma destas opções, ou então todas ao mesmo tempo). Este primeiro trimestre do ano foi bom (muito bom), mas poderia ter corrido um pouco melhor, não fosse o Corona – isto impactou com o meu trabalho e umas obras que iria ter cá em casa que ainda estão por realizar (e agora não sei quando serão feitas) e tenho umas divisões num mini estado de caos à espera que esta fase passe, contudo, nada de importante e não vai ser isto que vai influenciar a avaliação global destes meses.

Sem estar a ir ao pormenor, por motivos de privacidade:
. fiz uma viagem que queria fazer aos anos e nesses 4 dias tive experiências que vou guardar comigo durante a vida toda;
. eu e o marido tivemos uma grande mudança de vida (nada de filhos, isso será lá mais para a frente);
. demos uma renovada cá em casa, que supostamente iriam culminar com as obras que mencionei anteriormente;
. isto do isolamento fez com que pudesse organizar um pouco as ideias, e cumprir com alguns objectivos que estavam em stand by há anos. O sentimento de leveza que uma pessoa tem depois disso é muito gratificante.

Acho que nesta fase ninguém sabe como vai ser a vida nos próximos meses, por isso vou aguardar para ver como as coisas irão correr, mas se conseguir despachar as obras que estão paradas (eu sei que estou sempre a falar nisto, mas são mesmo grandes – daquelas de mudar parte eléctrica, canos, etc. e estão mesmo a ser necessárias, até porque com isso a disposição dos móveis vai mudar, e quero estar finalmente “assente” em casa e nesta fase ainda não consigo), e se conseguir passar esta pandemia sem ficar doente, já vou considerar que correu tudo bem!

Desse lado, quais são os vossos objectivos para os próximos 3 meses?

Já limpei …

. Documentos antigos (não queiram imaginar a quantidade que mandei para a reciclagem nesse dia, a sério);
. A gaveta dos medicamentos;
. Fotografias desfocadas, de listas, etc que tinha no Google fotos;
. O telemóvel (aplicações que não uso e as SMS);
. A coleção de acessórios (tinha óculos de sol partidos há dois anos e só agora é que tive coragem de os mandar para o lixo);
. O marido já vendeu coisas que já não usa, no OLX – os CTT agora têm um serviço, pelo qual poderão enviar parcelas sem terem de sair de casa)
. As duas caixas de correio que tenho;
. O meu Google Drive;
. O Facebook (grupos e amizades);
. As subscrições que estavam a cair no mail que nem sequer leio;
. Produtos de cabelo que expiraram.

Se isto do isolamento ainda estiver para durar, vou ficar vou limpar o quê depois?



Ficar em casa

Nossa! As coisas que eu tenho aprendido nestas últimas semanas! Estou em casa desde o dia 17 de Março, saindo só para os essenciais, que no meu caso tem sido só para ir ao supermercado e reciclagem.

Sempre quis a oportunidade de estar uma temporada em casa. Quando imaginava como iria ser a minha vida, o aspecto que pensei que ia aproveitar ao máximo era a oportunidade para ser MEGA produtiva. Como toda a gente, tenho uma lista de coisas que quero fazer “um dia”. Pois esse dia chegou, e ao fim de três semanas posso dizer que isto tem sido uma vergonha! Da minha lista que coisas que quero fazer acho que, até ao momento, ainda só fiz umas três (limpar as SMS do telemóvel, limpar o mail, terminar umas amostras e terminar de acabar de ler a bíblia – acabo só amanhã, mas já estou a celebrar).

Hoje (estou a escrever isto a 03.04.2020) fartei-me deste marasmo, até porque sei que me vou arrepender muito no futuro de não ter aproveitado mais estes dias, decidi dar uma revolucionada nisto: como eu funciono melhor a fazer listas à mão, escrevi tudo o que quero fazer, e arranjar uma aplicação do tipo Pomodoro (a Pomodoro define intervalos de 25 minutos, eu prefiro uma que eu possa definir o tempo, pois quero ciclos de 45 minutos), e agora vamos lá embora, porque acho que estou mais motivada para rentabilizar esta oportunidade que estamos a ter (uma das coisas que queria fazer era atualizar mais este cantinho, que com a prioridades do dia a dia, acaba por ir ficando para trás).

Quando terminar este período quero vir aqui e partilhar tudo o que consegui fazer neste período tão único pelo qual estamos todos a passar.

Resignação

A passagem de ano já lá vai, o ano que começou há +/- 2 meses já não é assim tão novo, e já há por aí muito boa resolução que nesta altura já foi pelo ar.
Eu sou assim todos os anos com alguma coisa que decidi na loucura do ano novo. Há sempre dois ou três objectivos que não chegam a ver Fevereiro. Depois já para Junho, quando tomo consciência que o ano já vai a meio e começo a pensar na evolução que dei às coisas em meio ano, ando em baixo uns dois ou três dias porque não vou ser a pessoa que queria ser Janeiro. Este ano já deixei-me destas coisas:

Exercício Físico
Na teoria eu quero fazer exercício físico. Eu pesquiso ginásios, vejo as aulas que têm, os horários das mesmas, a que distância estão da minha casa, etc., mas depois quando chega ao momento de me comprometer, sei que vou ter uma despesa mensal da qual não vou usufruir porque eu não gosto de fazer exercício físico. Mentalmente quero fazer exercício físico, mas na verdade não gosto nada disso, e acabo por não fazer.
Em troca, gosto de andar. Gosto de fazer caminhadas e tento dar os 10.000 passos diários da praxe. Nem todos os dias consigo, mas tento sempre compensar isto de alguma forma.
Este ano troquei um pouco as coisas. Não vou obrigar-me a começar a correr ou a inscrever-me num ginásio, mas em contrapartida tenho de andar mais, e comprei pesos de 2kg daqueles de prender nos tornozelos para aumentar o grau de dificuldade (eu sei que não é uma troca equivalente, mas nesta fase prefiro este sistema do que não fazer nada).

Beber um litro de água por dia
Eu nunca tenho sede, como é que me vou lembrar de beber água?
Sim, já pus uma garrafa de água em cima da secretária para me lembrar/obrigar, mas a garrafa fica ali uma semana até que finalmente a termino.
Sim, já descarreguei aplicações para me lembrarem que tenho de beber água.
Nada funciona. Nesta fase a rotina que tenho é beber dois copos de água antes de ir para a cama, e tento beber mais alguma coisa quando vou à cozinha por alguma coisa e passo pelo garrafão, mas de longe não é um litro.

Ir para a cama cedo/dormir 7 horas
Decerto que alguém que está a ler isto irá perceber o que estou a explicar. Eu tenho naturalmente mais energia/estou mais desperta à noite. Sempre estudei melhor à noite, tudo o que exige concentração prefiro fazer depois das 19h00 porque é quando é mais fácil para mim executar este tipo de tarefas. Imaginem o que é ter de ir para a cama às 22 ou 23h00 quando a animação acabou de começar. É difícil. Ou estou a fazer alguma coisa que me aborrece ou então quando dou por ela já é 00h00/01H00 e no dia seguinte vou sofrer porque sei que vou ter um dia difícil pela frente.

Agora que estava a reler o que escrevi acima para corrigir erros, percebo que tudo junto dá a entender que vivo um estilo de vida trágico, mas não é nada assim. Eu funciono, e as coisas à minha volta também, mas penso sempre que seria bom fazer estas coisas, que eventualmente poderia sentir alguma melhoria. Prefiro trabalhar à volta do que tenho, do que ter uma mentalidade de “nunca vou assim, então mais vale desistir já”.

Desse lado, qual é a resolução que tomam mas que nunca concretizam?

Melhoria Contínua: Edição Ecológica

Nesta fase reciclar e reduzir a utilização de sacos de plástico do supermercado já é adquirido contudo, e porque acho que ainda há muito mais que se pode fazer, nós cá em casa quero mudar alguns comportamentos para ajudar a reduzir a poluição que produzimos.
O objectivo é quando estas mudanças já estiverem adquiridas, tentar pensar em novas iniciativas para colocar em prática. Uma coisa que queria muito fazer, mas que num apartamento é muito complicado é compostagem. Talvez num futuro em que tenha uma casa com jardim, mas para já, infelizmente, não é opção.

Assim, em 2020 quero fazer:

Passar a usar discos desmaquilhantes reutilizáveis
Estou a trabalhar nisto neste momento, mas primeiro tenho de acabar as quatro embalagens de toalhitas desmaquilhantes que ainda tenho cá em casa. Daquilo que tenho visto passando a usar os discos desmaquilhantes, só preciso de ir comprando água micelar. Vou continuar a produzir lixo (uma embalagem reciclável), mas reduzo na quantidade de toalhitas descartáveis que uso todos os dias.

Produtos de higiene (Cotonetes, fio dental, etc.) biodegradáveis
Nos produtos de higiene não há volta a dar: não há como reduzir a sua utilização e não usar também não é opção. Por isso a única alternativa que vejo aqui é começar a fazer a troca por produtos mais amigos do ambiente.

Sacos para a fruta e vegetais reutilizáveis
Eu penso que há pessoas que conseguem reutilizar aqueles fininhos sacos transparentes nos quais colocamos a fruta, contudo eu mal chego a casa rasgo-os e atiro-os para a reciclagem. Dado que ao fim de um ano de compras, esta quantidade ainda é considerável, quero eliminar este consumo da minha parte.

Posto isto, quando estas compras chegarem cá a casa estou a pensar partilhar aqui o custo (um factor também muito importante), e também falar um pouco da experiência de andar atrás deste tipo de artigos (se foi fácil encontrar, etc.), contudo não consigo prometer que seja já a próxima publicação (sorry!).

Maquilhagem: 2020

Por aqui hoje é dia de inventário. Penso que já disse aqui antes que se há coisa que compro sem pensar muito é maquilhagem. Numa visita ao shopping entro nestas lojas só para ver, e quando dou por mim já estou a trazer algo que não preciso. Para além do dinheiro gasto, há uma questão de logística e de desperdício principalmente que me incomoda, pois se antes já usei muita maquilhagem ultimamente não uso tanto, e quando uso quero algo simples.

Como já mencionei na publicação dos objectivos, eu quero em 2020 terminar 10 produtos de maquilhagem. Agora no início vou focar-me nas amostras porque é uma categoria rápida de abater, e depois queria dedicar-me a batons. Idealmente queria terminar mais do que dois produtos full size, mas nesta fase não quero estar a estabelecer um objectivo muito alto e depois falhar redondamente.

Penso que também é importante mencionar que irão constatar que tenho uma redução nas paletas. Há umas semanas atrás, pensando que iria ter que fazer este exercício no início de 2020, resolvi sentar-me e ser realista: tinha paletas de cores que nunca irei usar (cores muito vivas e verdes, por exemplo), outras que foram oferta e a pessoa na ânsia de despachar uma prenda deu uma coisa de uma qualidade mais baixa, que nunca acabo por usar, etc., então dei-as a uma pessoa que as queria (caso contrário teriam ido para o lixo). Agora tenho uma coleção mais “limpa”, com coisas que são mesmo do meu gosto.

De referir também que ao fazer a contagem reparei que nos anos anteriores não considerei os pós para fixar e absorver a oleosidade da pele, e os correctores. Como não me lembro das quantidades que tinha nos anos anteriores, resolvi colocar apenas os valores deste ano.

A evolução foi:


27.01.201801.01.201901.01.2020
Amostras1286
Primers rosto222
Base líquida244
CC Cream101
Base em Pó111
Correctores

3


2
Blush101011
Iluminador222
Contorno111
Primers olhos222
Paletas 11118
Sombras individuais7712
Lápis Olhos444
Máscara111
Batom hidratante345
Batom stick383942
Batom líquido121515
Gloss555
Lápis lábios444
Desmaquilhantes332
Cremes hidratantes211
Tonners322
Vernizes323534
Hidrantes cabelo231
Perfumes444
Total165168175
Levantamento de Maquilhagem 2018, 2019 e 2020

Onde estive bem:
. Tenho só um produto de cabelo para acabar (hey!). Como demoro muito para acabar um hidratante de cabelo, quero só ter um;
. Nos vernizes, terminei alguns antigos, comprei uns novos e mesmo assim conseguir acabar com menos (é só um, mas conta) vernizes do que tinha no ano passado;
. Desmaquilhantes: tenho dois desmaquilhantes líquidos e umas toalhitas para acabar. Quero terminar primeiro as toalhitas e depois quero abater os desmaquilhantes líquidos. Penso que ao volume que tenho, lá para Abril ou Maio devo terminar as toalhitas;
. Amostras: o meu problema com estas malvadas é que estou a terminar e depois lá aparecem mais nas compras que vou fazendo. Tenho 6 de momento, e o meu objectivo é terminar isto durante a primeira metade do ano, e ter disciplina para dizer que não quero amostras quando estão a po-las no frasco.

Onde estive pior:
. Batons hidratantes: pensei que ia ter melhores resultados do que acabei por ter;
. Batons: nem vou tentar justificar. É o meu calcanhar de Aquiles, não há nada a fazer;
. Sobras individuais: não sei o que aconteceu. Acreditava que ia ter a mesma quantidade do ano passado, mas quando estava a contar e percebi que o número ia ser superior, comecei a lembrar-me dos dias em que as comprei, e pronto…foram compras de impulso.

O que quero alcançar em 2020:
Terminar 10 produtos, idealmente todos full size mas provavelmente serão as amostras, alguns batons e vernizes.
Quero também a meio do ano partilhar a evolução que tiver até lá, deixando sempre este momento de inventário para Janeiro de 2021.

Objectivos para 2020

No início do ano é esta repetição de objectivos e depois quase ou nada falo deles ao longo dos meses.

Para 2020 os objectivos que tenho pensados são (spoiler: os primeiros da lista são aqueles que ficaram com conquistar em 2019):

Engravidar
Eu que sempre quis ser mãe jovem (e ainda sou, apesar de não ser tão jovem como sempre idealizei), estou a ver os 35 alí ao virar da esquina e tenho que me pôr ao caminho se ainda quiser ter 2 filhos – tenho uma irmã que adoro e gostaria de proporcionar a mesma experiência a um futuro filho que tenha mas já não sei se vou a tempo para isso.

Emagrecer
Agora que a euforia do natal já passou e a vida retoma a normalidade, sinto que há pequenas mudanças que já estou a conseguir por em prática. É esperar para ver.

Seguir um orçamento
Este foi outro objectivo de 2019 que ficou por cumprir. Eu acredito que uma parte do sucesso de nos mantermos disciplados num orçamento é encontrar um método que funcione connosco. Eu já percebi as categorias que preciso de ter, pois já tenho uns meses nesta coisa de ter casa, por isso tenho de afinar o que já tenho e adaptar melhor às minhas necessidades.
Para quem também quer trabalhar neste campo acrescentar dois pontos: primeiro, pesquisem ideias na internet. Há muita informação e ideias sobre como deverão ter a informação estruturada. Segundo, pode parecer fútil, mas dado que ao longo do ano vão passar tanto tempo a olhar para o vosso orçamento, façam uma coisa para a qual gostam de olhar: usem cores, uma formação bonita, essas mariquices, vão ver que custa menos.

Ler mais
Este é daqueles que sinto mesmo falta. Como sempre tive sempre a rotina de ler, há momentos ao longo do dia que penso como gostaria de ler um pouco. Nesta fase não tem sido fácil (vão ver mais há frente porquê), mas vou tentar ter a disciplina de ler uns 15 minutos todos os dias antes de adormecer.

Terminar 10 artigos de maquilhagem
Considerando que no ano passado tinha umas 8 amostras de maquilhagem, se este ano terminar as amostras que tenho (que ainda não contei este ano), mais dois produtos full size acho que já fico satisfeita.

Obras
Sinto que nos próximos anos vou ter aqui sempre um ponto de obras por isso penso que tenho de especificar. Em 2020 quero fazer uma remodelação total da cozinha (quando digo total é mesmo total: canos, parte eléctrica, etc.), mudar todas as janelas de casa para vidro duplo, e colocar um recuperador de calor na lareira.
Se conseguir fechar estas 3 coisas cá em casa sou uma miúda feliz.