Ferramentas que ajudam a nossa saúde mental

Não sou médica nem psicóloga, nem algo remotamente perto. Sou alguém que também tem as suas fases e que ao longo do tempo conseguiu aprender como gerir melhor estas ondas de sentimentos que por vezes nos desequilibram e quase nos derrubam.
Hoje deixo aqui algumas coisas que funcionam comigo. Não são ideias novas, não estou aqui a reinventar a roda. Basicamente estou a relembrar que há mecanismos acessíveis aos quais podemos recorrer para tentar gerir melhor os momentos em que não nos sentimos tão bem.

Exercício Físico
Este pode ser posto em prática das mais variadas maneiras. Eu não gosto de desporto. Não gosto de ginásio e a altura em que fiz mais exercício físico foi quando um grupo de colegas se juntou e pagávamos a um PT para nos dar aulas. Era a única forma. Tinha de ter ali alguém a obrigar-me a fazer exercício, caso contrário, da minha vontade e iniciativa tal coisa nunca aconteceria. Contudo mexer o corpo é importante não só para a saúde mental mas também para a saúde física. O que aprendi ao longo do tempo é que o exercício físico é algo muito abrangente, logo há sempre uma coisa que gostamos de fazer, temos é de descobrir essa coisa. Eu gosto de 3 coisas: yoga, caminha e dança. Não me obrigo a horários nem a mais um encargo financeiro: faço quando quero, sem sentir que aquilo é mais uma obrigação que tenho que cumprir, com a vantagem de as 3 serem gratuitas. No caso do yoga há imensos vídeos no Youtube, basta perdermos um pouco de tempo a procurar vídeos para iniciantes.

Diário
Este aqui também é economicamente acessível a toda a gente. Basta uma caneta e um caderno. Quando sentirem que precisam de desabafar basta começarem a escrever. Caso fiquem ansiosos por sentirem que não têm o que escrever, procurem ideias no google ou no Pinterest. Deixo aqui um exemplo do que podem procurar no Pinterest.

Dormir
Estarmos descansados é extremamente importante. Quando estou uma temporada sem dormir bem, ando mais frustrada, irritada, com pensamentos negativos a aumentar de intensidade e por vezes acabo por criar problemas que não teria se tivesse tido calma e ponderação (que não consigo ter porque, como mencionei acima fico irritada e de fusível curto quando não durmo). Dormir é gratuito. Criem as condições ideais para descansarem bem e quando tiverem umas horas a mais aproveitem.

Hobby
Da minha experiência este tem dois pontos positivos: não só faz com que a nossa cabeça esteja num universo à parte, pois estamos focados em algo, como também acabamos sempre por adquirir novos conhecimentos relacionados com o passatempo em questão.

Terapia
Acho que uma coisa boa que a pandemia trouxe foi o facilitar o acesso a um psicólogo por vídeo chamada. Acho que a parte presencial é importante, mas assim podemos sempre sentir que temos um acesso a ajuda quando precisamos dela. A nível de custo, pelo que vejo na internet as consultas online rondam os 35€ por hora aproximadamente, enquanto as consultas presenciais rondam os 50€.

Que outras ferramentas conhecem que possam ajudar a melhorar a nossa saúde mental? Deixem nos comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.